TYROLIRO

Quando o fruto proibido é Massa a Lavrador, somos convocados a uma profunda revisão dos valores instituídos. Regressamos à caverna, ou melhor, à penumbra das caves, onde coabitam fantasmas com a ressonância da realidade e dos sonhos.É, afastados da luz diurna, que podemos livremente jogar com o absurdo — Ahiper-realidade do dia, dá lugar à surrealidade da noite.Assim, não tentemos encontrar lógica em tudo que vemos e ouvimos em Tyroliro — É exactamente o oposto que estão a propor.

%d bloggers like this: