Filipe Karlsson estreia-se em Braga com concerto no Lustre

 

Dia 04 de Março, no Lustre, o artista luso-sueco chega a Braga com “Mão Atadas”, um EP que retrata uma relaxada correria entre as ondas do mar e o estúdio de produção, na forma de uma Disco Pop despretensiosa, inspiradora e carregada de groove

O artista luso-sueco Filipe Karlsson acaba de editar o seu novo EP “Mãos Atadas”, concluindo assim a primeira trilogia de curtas-durações com que se apresentou a solo. Filipe Karlsson retrata uma relaxada correria entre as ondas do mar e o estúdio de produção, na forma de uma Disco Pop despretensiosa, inspiradora e carregada de groove. Em 2020, o artista luso-sueco estreou-se nas edições em plena pandemia, numa altura em que as suas “Teorias do Bem Estar” se acabaram por revelar mais essenciais que nunca. Ainda no mesmo ano, foi revelado novo conjunto de canções, na forma de “Modéstia à Parte”. Deste EP fazem parte êxitos como “Razão” ou “A Paragem”, que meses mais tarde seriam finalmente libertados perante plateias esgotadas, em palcos como a Altice Arena, o Teatro Maria Matos ou a Casa da Música. Determinado em não baixar o ritmo e continuar a espalhar positivismo e boa onda em forma de canção, Karlsson reservou-nos para 2022 “Mãos Atadas”, o último EP desta trilogia de curta-durações.

No próximo sábado, 04 de março, Filipe Karlsson no Lustre com o carimbo da Bazuuca. Os bilhetes já se encontram à venda a 8€ online através da BOL e no dia do concerto na bilheteira do Lustre.

%d bloggers gostam disto: